"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente." Chico Xavier -Sonhe, acredite, lute, vá em frente, os sonhos foram feitos para serem realizados!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Miryan Martin em momento mãezona: ‘Ainda quero ter uma menininha’


No dia em que recebeu o EGO em sua casa,Miryan Martin estava às voltas com o primeiro dia de trabalho de sua babá, com o choro de Rodrigo, de dois meses, que não teve uma boa noite de sono, e é claro, com os cuidados do filho mais velho, Henrique, de 11 anos. Nada que tirasse o sorriso dessa mãezona que soube contornar todos os obstáculos e ainda dizer que pensa, sim, em ter outro filho.

“Não digo que tem parte ruim em você ser mãe, mas a exaustiva, que é aquela em que você não tem tempo para você. Mas sinto que ainda está faltando a minha Barbie, a minha animadora de torcida. Ainda quero ter uma menininha”, diz ela empolgada.

Ser mãe é...
"A parte boa de voltar a ser mãe é brincar de boneco. Adoro arrumar o Rodrigo. Às vezes, fico torcendo para ele dar uma golfadinha para poder trocar a roupa. E voltar a ter cheirinho de bebê pela casa é muito bom também. Dá uma paz."




Padecendo no paraíso
"Não digo nem que é tem parte ruim em ser mãe, mas a exaustiva, que é aquela em que você não tem tempo para você. Às vezes minha mãe me salva porque ainda não consigo larga-lo com a babá. Também não sei mais o que é uma noite inteira de sono."

Mãe de segunda viagem
"Ser mãe de segunda viagem é mais fácil porque você vê que não quebrou o primeiro (risos). Com o Henrique, só fui dar banho com dois meses. Com o Rodrigo, não! Já pego, dou banho, viro, a gente faz uma farra."

A cara do pai
"Ele tem o queixo igual ao meu. A mão também é igual, tem os dedos compridos. Ele parece ser bem teimosinho, persistente como a mãe. O resto é todo o Jorge."

Aumentando a família
"Se você me perguntar se quero ter outro filho às 22h, no ápice da loucura, vou te dizer que “Deus me livre”. Mas depois de algumas horinhas de sono, eu lembro que não tenho a minha Barbie, a minha animadora de torcida. Já que estou montando um time de futebol, tenho que ter uma animadora, não é? Acho que teria outro, sim. Está faltando a animadora de torcida. Ainda quero ter uma menininha. Mas antes quero voltar para o meu trabalho, para a minha vida. Depois, penso nisso com calma. E tenho que criar esse aqui, né? Mas costumo dizer que nessa vida você escolhe ser mãe ou tem a vocação. E eu sinto isso: tenho a vocação para ser mãe, o dom."

  
Corpão pós-gravidez
"Procurei não pensar nisso. Na minha primeira gravidez, quatro meses depois do parto, ainda estava gordinha e fiquei meio deprimida com essa coisa do peso. Agora, procurei desencanar. Não fiquei ansiosa e engordei bem pouquinho. Com um mês, já usava todas as minhas roupas de antes. Queimei o peso extra com a amamentação e caminhadas pelo condomínio. Mas assim que der, que ele crescer um pouquinho mais, quero fazer pilates, para tonificar os músculos. Luiza Brunet me disse que é ótimo para isso."
 
Carnaval, tô fora!
"Vou no máximo curtir com o maridão na avenida, mas não estou nem aí se o corpo vai estar em dia para desfilar ou não. Carnaval, tô fora! Não quero mais me desfilar. Tenho uma escola de coração, a Grande Rio, mas já sofri muito. Desfilei ano passado na Mocidade, que amo de paixão, mas para mim não rolou. Prefiro ficar nos bastidores e torcer muito para a Grande Rio."

Conferem fotos do ensaio 

Creditos: Marcos Serra Lima / EGO

Fonte: EGO

Um comentário:

claudia disse...

Familia linda e abençoada,DEUS os ilumine sempre,com suas bençãos de muita harmonia.
Lindas as fotos e a entrevista,que dispo,hein Dinda!!vc quer uma prole!


claudianiteroi